Por que o zinco para crianças é tão importante? Conheça as suas principais fontes!

Vitaminas
Publicado em: 07/07/2022 - 00:00:00
Imagem do post Por que o zinco para crianças é tão importante? Conheça as suas principais fontes!

Para crescerem fortes e saudáveis, os pequenos precisam ingerir uma série de vitaminas e minerais essenciais para o seu desenvolvimento. Entre eles, um dos principais é o zinco para crianças, um micronutriente vital para o sistema imunológico, para a proteção epitelial e também no metabolismo da vitamina A.

Apesar da sua importância, há evidências da carência de zinco infantil no mundo todo, podendo atingir entre 11% e 16% dos pequenos no Brasil¹. Por isso, é fundamental entender a sua relevância e também descobrir como obter esse mineral tão basilar para o organismo das crianças.

Quer compreender melhor o que é, quais são as funções e como garantir a ingestão de zinco para crianças? Continue lendo o nosso post.

O que é o zinco?

O zinco é um elemento indispensável para o nosso organismo, especialmente para o sistema imunológico, tanto que ele é o segundo traço mais presente no corpo humano². Ele é quase tão abundante quanto o ferro, sendo encontrado nos olhos, no cérebro, nos rins, no fígado e nas glândulas adrenais6.

Ele é um mineral associado a mais de 300 funções biológicas³, sendo crucial no crescimento, desenvolvimento cognitivo, replicação celular² e no metabolismo da vitamina A4.

Inclusive, assim como essa vitamina, o zinco para crianças é um micronutriente que possui macro funções no desenvolvimento infantil¹. Por conta disso, a deficiência desse mineral é considerada uma das que mais afetam o crescimento dos pequenos5.

A história mostra que a primeira evidência da sua importância foi relatada em 1869, quando foi relacionado ao crescimento de um tipo de fungo. Mas apenas em 1960 a carência de zinco em humanos foi reconhecida como um problema7.

Apesar da descoberta relativamente recente do seu desempenho no corpo humano, ao longo dos anos as pesquisas vêm revelando os benefícios do zinco para as crianças e as consequências da sua carência.

Qual é a importância do zinco para crianças?

Assim como a vitamina C, o zinco para crianças é imprescindível para o sistema imune. Mas as suas funções vão muito além disso. Os seus principais papéis incluem² 6 7:

  • Ação biológica no crescimento, desenvolvimento cognitivo, reparação tissular e replicação celular;
  • Atuação para que a insulina funcione normalmente;
  • Auxílio às sínteses de DNA e proteínas;
  • Mineralização de ossos e dentes;
  • Melhora das ações do sistema imune;
  • Desenvolvimento cerebral;
  • Reprodução e desenvolvimento fetal;
  • Cicatrização de feridas.

Além de tudo isso, a suplementação de zinco para crianças se mostrou de extrema relevância no tratamento da diarreia8.

Por outro lado, a deficiência de zinco pode³ 4:

  • Piorar a atividade imune normal;
  • Prejudicar a regeneração das células;
  • Interferir no transporte de vitamina A;
  • Afetar as funções epiteliais de barreira;
  • Brecar o crescimento;
  • Comprometer a competência imune.

Outra informação relevante é que a imunidade inata das crianças é a primeira linha de defesa contra microrganismos maléficos, mas as funções desse sistema são prejudicadas pelos níveis alterados de zinco. Isso porque as células desse sistema e algumas de suas atuações são dependentes de níveis normais deste mineral no organismo³.

Estima-se que entre 11% a 16% das crianças tenham deficiência de zinco no Brasil, o que caracteriza um problema de saúde pública. Outras pesquisas demonstram que, em países da América Latina, a sua ingestão média varia entre 50% e 80% do valor recomendado¹.

Por isso, é vital assegurar a absorção das quantidades necessárias desse mineral tão primordial para os pequenos.

Criança pode tomar zinco? Veja 15 principais fontes

A criança não só pode tomar zinco, como deve! O ideal é ter uma alimentação saudável e balanceada que garanta a ingestão indicada deste micronutriente, além do acompanhamento de um nutricionista para avaliar frequentemente o seu quadro nutricional e as necessidades de suplementação.

Para evitar a sua deficiência, que traz prejuízos enormes para os pequenos, é importante que eles absorvam diariamente as quantias descritas abaixo4:

  • 1-3 anos: 3 mg/dia;
  • 4-8 anos: 5 mg/dia;
  • 9-13 anos: 8 mg/dia.

Já as principais fontes alimentícias de zinco para crianças são1 4 7:

  1. Carnes vermelhas;
  2. Crustáceos;
  3. Vísceras;
  4. Ovos;
  5. Peixes;
  6. Aves;
  7. Leites;
  8. Queijo;
  9. Leguminosas;
  10. Amendoim torrado;
  11. Aveia;
  12. Castanha-de-caju torrada e salgada;
  13. Castanha-do-Brasil crua;
  14. Semente de gergelim;
  15. Semente de linhaça.

É preciso ficar atento também ao consumo de cereais e legumes com altas concentrações de fitatos, substâncias que dificultam a absorção do zinco8. Por isso, é fundamental contar com o acompanhamento de um profissional da nutrição e garantir que o seu filho consuma   todas as vitaminas e minerais necessários.

Como dar zinco para as crianças?

Além da alimentação, outra maneira de como dar zinco para as crianças é investindo em um suplemento alimentar infantil.

Entre as possibilidades disponíveis estão produtos contendo vitamina C com zinco para criança, por exemplo.

Esse é o caso do Blumel Imune Kids, um suplemento alimentar infantil disponível em solução oral 9, que contêm o exclusivo Imuno Complex, uma combinação de vitaminas A, C e D e dos minerais zinco e selênio9 que vai auxiliar o sistema imunológico da criança.

O melhor de tudo é que ele não tem nem adição de açúcares, corantes e aromas na sua formulação9, o que o torna uma alternativa ainda mais saudável para os pequenos. Converse com um profissional de saúde sobre a possibilidade de utilizar Blumel Imune Kids com o seu filho!