Saiba como funciona xarope para tosse seca alérgica infantil [Guia]

Tratamentos
Publicado em: 06/02/2023 - 00:00:00
Imagem do post Saiba como funciona xarope para tosse seca alérgica infantil [Guia]

Temos dicas simples para melhorar a tosse em crianças. A primeira delas é tomar um xarope para tosse seca alérgica infantil.

É um fármaco alopático ou fitoterápico, utilizado para suavizar o sintoma da tosse com alta produção de muco, que é uma das causas mais comuns de assistência médica na infância.

Tem mais: mantenha o corpinho da criança hidratado. Para isso, estimule o consumo de água, sucos, ou chás de ervas.

Dessa maneira, você garante mais concentração de fluidos no organismo do pequeno.

Fácil e um bom ponto de partida, não é mesmo?

Contudo, há outras ações que você pode fazer para ajudar o seu filho neste momento tão complicado.

Mas, para não causar nenhuma confusão, dividimos este conteúdo em duas etapas.

A primeira contém informações sobre os tipos de tosse, como identificar tosse alérgica, características, entre outras questões.

A segunda, por sua vez, é dedicada ao xarope, desde conceito, atuação e até um exemplo da melhor solução do mercado.

Ficou curioso?

Vem com a gente entender tudo sobre xarope e tosse seca alérgica infantil.

Leia mais: Criança com tosse é grave? O que fazer para aliviar os sintomas?

Antes de mais nada, o que é a tosse alérgica?

Vamos começar este artigo pelo básico. Isso porque, antes de aprender o que é xarope para tosse seca alérgica infantil, é vital descobrir o que é a tosse alérgica e isso só é possível ao conhecer as características desse sintoma.¹

Portanto, veja só este conceito:¹

A tosse é um mecanismo que protege as vias aéreas contra microrganismos, corpos estranhos e alimentos, o que contribui para a melhora da respiração.¹

De maneira resumida, tome nota das principais funções da tosse:¹

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)¹

Tipos de tosse alérgica: conheça as quatro fases!

Basicamente, a tosse é composta por quatro fases. São elas:²

  • Fase inspiratória: tipo de tosse que ocorre mais concentração do volume torácico e maior dilatação dos brônquios;²
  • Fase compressiva: o glote se fecha e, logo em seguida, são acionados o diafragma, e os músculos da parede torácica e abdominal. Prontamente, a pressão intratorácica se expande, o que comprime as vias áreas e os pulmões;²
  • Fase expiratória: aqui o glote se abre de maneira repentina. O ar sai em alta velocidade, causando o som elementar da tosse.²
  • Fase relaxamento: como o próprio nome já diz, há o relaxamento da musculatura e retorno das pressões aos níveis basais. Isso ocorre em tosse de intensidade leve, moderada ou intensa.²

Dito isso, é importante que você saiba que, quanto mais avançada for a fase inspiratória, maior será o desconforto da tosse.²

Dessa maneira, uma inspiração profunda favorece um maior volume torácico e dilatação dos brônquios, o que torna mais efetiva a segunda fase.²

Outros tipos de tosse!

Em paralelo, a tosse pode ser classificada conforme a produção ou não de muco:

  • Tosse não produtiva, seca ou irritativa: originária de uma infecção viral e sem a presença de muco;
  • Tosse produtiva ou com catarro: alta produção de muco e a sua hipersecreção ou expectoração provoca a tosse.²

Adicionalmente, a tosse pode ser delimitada em três tipos.

Saiba quanto tempo dura a tosse alérgica:²

  • Aguda: quando incomoda a criança até três semanas;
  • Subaguda: quando pendura entre três a oito semanas;
  • Crônica: quando é superior a oito semanas.²

Leia mais:

Sintomas da tosse alérgica: quais são os mais comuns?

Os sintomas mais comuns de tosse alérgica são:

  • Coloração azulada nos lábios e/ou na pele (cianose);
  • Ruído agudo (estridor) quando a criança inspira;
  • Dificuldade em respirar;
  • Aparência doente;
  • Espasmos de tosse incontrolável e repetitiva seguidos de inspirações agudas (com um guincho). ²

Quando levar ao médico?

Crianças com sinais de alerta descritos no tópico anterior devem ser levadas ao médico imediatamente, bem como aquelas que os pais acharem que elas podem ter inalado um objeto estranho.³

Por outro lado, quando o seu filho apresenta uma tosse seca, basta chamar o médico. O profissional avalia os sintomas e o histórico clínico, sobretudo, distúrbios pulmonares, tais como asma ou fibrose cística.³

Crianças com tosse e sintomas típicos de resfriado, como coriza, não necessitam de um médico.³

Já aquelas com tosse crônica e nenhum sinal de alerta devem ser avaliadas por um médico, mas sem urgência, uma vez que essa condição não costuma ser prejudicial.³

Quais são as causas da tosse?

Os sintomas da tosse alérgica podem se manifestar devido a vários fatores. São eles:

Resfriado comum

Quase todo mundo consegue identificar o resfriado, pois tende a provocar tosse leve e moderada. Pode incomodar entre quatro a sete dias e costuma ser mais tranquilo que a gripe.4

São sinais do resfriado comum: congestionamento nasal, dor e febre.4

Sinusite aguda

Esta é uma inflamação que persiste geralmente por duas semanas e meia. Seu diagnóstico é mais complicado porque se parece ao resfriado tradicional.4

⚠️ Consulte o pediatra do seu filho para verificar a necessidade de uso de antibióticos ou outros medicamentos.4

Gripe

A cena desta condição é clássica: tosse intensa, especialmente à noite, com respiração barulhenta. Estende-se por até duas semanas.4

Entre os sinais mais comuns da gripe encontram-se:4

  • Febre;
  • Dor de garganta;
  • Dor no corpo;
  • Mal-estar geral;
  • Congestão nasal.4

Rinite

Quem tem rinite sabe que, além da tosse, outros desconfortos tiram o sono de qualquer pessoa: coriza infantil, congestionamento nasal, dor de cabeça ou facial e sensação de cansaço. Tudo isso pode incomodar seu filho.4

Ela pode ser classificada como crônica, aguda periódica ou crônica agudizada, o que resulta em alergia e infecções.4

Bronquite

Chegamos ao final da nossa lista com a bronquite, causada por vírus e bactérias, tendo uma curta duração. Para identificar tal infecção, observe os seguintes sinais: tosse úmida, com catarro, e secreção abundante.4

Quer saber mais? Confira abaixo a distribuição da tosse de acordo com a faixa etária:4

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)

Como lidar com tosse alérgica infantil?

Uma vez entendido o que causa tosse alérgica, aí vão algumas dicas importantes para combater esse desconforto nos pequenos:4

  1. Umidifique o ambiente para melhorar a qualidade do ar;
  2. Incentive seu filho a tomar um banho quente para facilitar a liberação do muco;
  3. Ofereça mel para aliviar a tosse com catarro e amenizar o muco;
  4. Mantenha a criança longe da exposição à fumaça de cigarro, tinta fresca, cola, inseticidas, pó, poeira e mofo;4

Para driblar esse cenário, outra dica importante é manter o calendário vacinal em dia. 5

Estes dados do Ministério da Saúde revelam que a cobertura vacinal das crianças contra a Influenza está em pouco mais de 70%, abaixo da meta de 90%.5

Isso tem contribuído para a alta de casos de doenças respiratórias, mesmo com o fim do inverno.5

“A falta da vacinação ajuda a explicar esses números porque uma população não vacinada é uma população com maior risco de acabar se internando.5

Justamente para isso que a gente tem a vacina disponível na nossa rede pública”, aponta o pesquisador da Fiocruz, Marcelo Gomes.5

Em paralelo, em parte do Brasil foi registrado um número de casos mais baixo do que o normal no inverno.5

“Teve muito pouco caso fora da Região Sul, então talvez isso possa explicar o porquê de agora a gente estar observando esses casos nesses estados porque eles não foram afetados no meio do ano.5

Voltando com maior intensidade nessas duas capitais, Brasília e São Paulo, isso pode acabar espalhando para outros estados como a gente já começou a observar em alguns deles”, completa o pesquisador da Fiocruz.5

Leia mais:

O perigo da automedicação

Estudos revelam que uma em cada 10 crianças e adolescentes usam mucolíticos, antibióticos e anti-histamínicos semanalmente no tratamento da gripe.6

Crianças entre dois a cinco anos são o grupo que mais usa esses fármacos no dia a dia, seguida dos pequenos com menos de dois anos.6

Mas qual é o perigo? Explicamos:

Nos Estados Unidos, acredita-se que mais de 7.000 crianças vão à urgência pediátrica anualmente em virtude de sintomas atribuídos a esses medicamentos. Por outro lado, dois terços são provocados por consumo acidental.6

O uso indevido de medicamentos desencadeia uma série de problemas cardiovasculares, perturbações neurológicas e a criança pode até vir a óbito.

Nesse contexto, a Food and Drug Administration (FDA) emitiu uma orientação em 2007 para a não utilização de fármacos no tratamento da tosse abaixo dos 2 anos de idade.6

Por causa dos efeitos colaterais provocados por medicamentos sem orientação médica, muitos pais se perguntam: o que é bom para tosse alérgica infantil?6

Para saber isso, é vital consultar o pediatra do seu filho, que irá indicar as soluções apropriadas para tratar a doença que o incomoda e, sobretudo, a tosse.6

Entre as alternativas que ele pode recomendar está um xarope para tosse seca alérgica infantil, que abordaremos no próximo tópico.6

O que é um xarope para tosse seca alérgica infantil?

Logo no início deste artigo, destacamos que este conteúdo teria duas partes. Você se lembra?7 8

Pois bem, chegamos à metade deste guia falando sobre o xarope para tosse seca alérgica infantil.7 8

Trata-se de um medicamento, que pode ser alopático ou fitoterápico. Ele é utilizado para aliviar o sintoma da tosse com produção de muco em excesso.7 8

Sua função é ajudar a “soltar” o muco, assim o seu filho pode expeli-lo para fora por meio da tosse com mais facilidade.7 8

Lembre-se de que o xarope para tosse seca alérgica infantil não trata a infecção em si que está provocando este sintoma, mas contribui para o alívio dessa manifestação.7 8

A partir daí, a criança pode se sentir melhor e ter uma noite de sono mais agradável enquanto o sistema imune atua para combater a doença causadora da condição.7 8

Podemos afirmar, portanto, que esse medicamento é uma ótima opção para tosse em criança.7 8

Entenda melhor no próximo tópico.

Como funciona um xarope para tosse seca alérgica infantil?

Direto ao ponto, o papel de um xarope é “soltar” muco no peito e contribuir para que a tosse se torne mais úmida e produtiva.7 8

Isso ocorre porque o xarope intensifica a quantidade de água no muco, diluindo-o e tornando-o mais fino, o que contribui para que a tosse fique mais produtiva.7 8

Para acontecer todo esse processo, cada xarope expectorante infantil precisa ser formulado com um princípio ativo para fluidificar o catarro.7 8

Um ótimo exemplo é o uso de xaropes feitos com o extrato seco da planta Hedera Helix, que tem efeitos comprovados cientificamente como expectorante e broncodilatador.7 8

Qual é a diferença de um xarope expectorante infantil fitoterápico para um alopático?

Resumidamente:

  • Alopático: são mais receitados pelos médicos devido a sua ação de produzir efeitos contrários aos da doença;
  • Fitoterápico: atuação semelhante a anterior, contudo, o seu princípio ativo é originário de plantas. Ele está ganhando fama graças a sua composição mais natural. 7 8

Qual o melhor xarope infantil para tosse alérgica?